Policiais lesionados no Ceará receberão R$ 150 mil para compra de próteses e medicamentos « ADRIANO FURTADO

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Policiais lesionados no Ceará receberão R$ 150 mil para compra de próteses e medicamentos

Postado Por: ADRIANO FURTADO  |  Em:



O Governo do Ceará liberou mais de R$ 150 mil do Fundo de Defesa Social do Estado do Ceará (FDS) para a compra de próteses destinadas a quatro policiais que perderam algum membro ou parte dele. Os agentes beneficiados sofreram lesões permanentes dentro e fora de serviço.
Um dos policiais que receberá o recurso é o soldado Márcio Douglas Melo Mota, do Comando Tático Rural (Cotar), que perdeu a perna em decorrência de lesões à bala sofridas em um confronto com criminosos no dia 14 de agosto, na cidade de Boa Viagem.
Familiares e amigos do soldado haviam realizado uma campanha nas redes sociais para tentar pagar a prótese. Agora, Márcio Douglas receberá uma prótese para perna, que será paga com o dinheiro liberado pelo FDS.
O soldado Francisco Marcondes Vidal (41) também receberá uma prótese transfemural, que custa pouco mais de R$ 23,5 mil. Ele já fez 14 cirurgias e passou a precisar do equipamento no ano de 2006, quando teve que amputar parte da perna em decorrência de um tumor cancerígeno no fêmur. A lesão surgiu em 1998 e só foi sanada com a extração do membro.
“Depois disso, recuperei a saúde e a vida”, conta o militar. Desde então, ele utiliza uma prótese não adequada para sua situação, o que acarreta dores e problemas em outras regiões do corpo.
O sargento da PM Alberto Marcolino Lopes Junior, lotado na 3ª Companhia do 2º Batalhão da PM, na cidade de Porteira, também vai receber uma prótese transfemural, no valor de R$ 23 mil. O agente teve que amputar parte de uma das pernas após adquirir uma infecção e utiliza muletas para se locomover.
Outro beneficiado com o recurso é o sargento Jorge Luís, da Companhia de Policiamento com Cães (CPCães). Ele será contemplado com uma prótese exoesquelética, que custa R$ 45 mil.

Outros benefícios
Além da aquisição de próteses, o FDS vai permitir a compra de equipamentos para policiais que sofreram outros tipos de lesões, como é o caso do sargento Anastácio Viana Guimarães, lotado no BPRaio. Ele perdeu o movimento das pernas após uma queda de cerca de quatro metros de altura. O militar utiliza cadeira de rodas e vai receber um assento especial para melhor desenvolver suas atividades.
O assento especial foi recomendado pelo fisioterapeuta do Hospital Sarah Kubitschek, com cama de ar e válvula com regulagem baseada pelo peso do corpo. “Vai trazer mais conforto e garantir que eu faça outras atividades”, disse o sargento, que continua atuando no serviço administrativo do Batalhão.


Fonte: G1 - CE

0 comentários:

Blog Adriano Furtado

Blog Adriano Furtado

O Sertão da Nossa Gente

ASSINE NOSSO E-MAIL E GRATIS