Irauçuba, Tejuçuoca e Pentecoste apresentam altos índices de infestação do Aedes aegypti em 2016 « ADRIANO FURTADO

terça-feira, 17 de maio de 2016

Irauçuba, Tejuçuoca e Pentecoste apresentam altos índices de infestação do Aedes aegypti em 2016

Postado Por: ADRIANO FURTADO  |  Em:




O número recorde de 82 municípios que realizaram o primeiro Levantamento Rápido de Índice de Infestação para Aedes aegypti (LIRAa) do ano apresenta 26 municípios (33,77%) com alto risco de transmissão de dengue, zika e febre chikungunya, 33 (42,86%) estão em situação de média infestação e 23 (29,87%) com baixo índice de infestação predial (IPP), segundo critérios da Organização Mundial de Saúde (OMS). O levantamento aponta também que os principais criadouros identificados se encontram entre os depósitos ao nível do solo para o armazenamento doméstico de água para consumo humano, que incluem tonel, tambor, barril, tina, depósitos de barro (filtros, moringas, potes), cisternas, caixa-d’água e captação de água em poço/cacimba/cisterna.
O LIRAa é o método amostral cujos resultados permitem aos gestores direcionarem com mais precisão as medidas de prevenção e combate do mosquito e o controle das doenças por ele transmitidas. Com mais informações coletadas, é possível identificar os bairros onde estão concentrados os focos de reprodução do mosquito, bem como o tipo de depósito onde as larvas foram encontradas. Os municípios com mais de 2 mil imóveis em sua zona urbana podem realizar o LIRAa. No Ceará, 162 dos 184 municípios do Estado se enquadram nesse critério, representando 50,62% do total. Bem mais do que em 2015, quando os percentuais de municípios que realizaram o LIRAa ficaram em 26,54%, 22,84% e 26,54% nos três levantamentos realizados no ano.

Sesa/Ce
Clésio Marques

0 comentários:

:: públicidade ::

:: públicidade ::
A MAIOR RECOMPENÇA DO NOSSO TRABALHO NÃO É AQUILO QUE NOS PAGAM POR ELE, E SIM, AQUILO EM QUE ELE NOS TRANSFORMA

ASSINE NOSSO E-MAIL E GRATIS