Apuiarés: Mãe de criança com microcefalia denuncia precariedades no serviço de saúde « ADRIANO FURTADO

terça-feira, 31 de maio de 2016

Apuiarés: Mãe de criança com microcefalia denuncia precariedades no serviço de saúde

Postado Por: ADRIANO FURTADO  |  Em:



A internauta Luciana Arrais procurou este blog para denunciar a precariedade do serviço de saúde no município de Apuiarés. Ela é mãe de uma criança com microcefalia e precisa de apoio do poder público para realizar o tratamento de sua filha, que tem apenas três meses de vida. Segundo Luciana, depois do nascimento de Ana Lis (sua filha), tem enfrentado muitos obstáculos, principalmente para conseguir transporte para levar a criança para o tratamento na Policlínica de Caucaia, já que o município não dispõe de profissionais como Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo e Neurologista. Ainda de acordo com ela, nesta terça-feira, 31 de maio, precisou levar a criança para Fisioterapia e no veiculo mandado pela secretaria de saúde, também foi uma senhora com estado de saúde bastante debilitado, que pela lógica deveria ter sido transferida de ambulância. A senhora acabou passando mal, defecou no carro e a viagem atrasou, prejudicando o tratamento da criança que perdendo o horário do atendimento. Luciana pede providências e exige seus direitos, pois relata que se sentiu um lixo sem poder fazer nada. O desabafo de Luciana foi publicado na sua página no Facebook.
Com a palavra a secretaria de saúde.

Confira o desabafo!!!
A QUEM POSSA INTERESSAR
PRINCIPALMENTE A SECRETARIA DE SAUDE DE APUIARES!
As 31 semanas de gestação, descobri que minha tão desejada e esperada filha tinha uma condição neurológica especial (Microcefalia).
Guardei o Laudo para mim e minha família, não desejando dar explicações a SEU NINGUÉM.
O governo notificou o caso, já que para eles minha filha se trata apenas de mais um número na estatística, logo o "DIABOAQUATRO" no município me procurou. ...Secretário de saúde, Médicos, agentes de saúde, enfermeiro...
querendo saber pq eu n avisei... (PRA QUÊ?), Mas já que queriam fazer algo...precisava e PRECISO DE UM TRANSPORTE para exames e tratamento, incluindo, Fisioterapia, Fonoaudiologo, Neurologista,Terapia Ocupacional...(NÃO TENHO CARRO, NÃO SOU RICA e NÃO EXISTE NENHUM DESSES PROFISSIONAIS NA CIDADE)
Ok! Foi o que me disseram!
Logo depois do Nascimento da Ana Lis começaram os obstáculos, falta carro, falta motorista, querem me mandar c um bebê de 3 meses as 4 da manhã para uma consulta na POLICLINICA que só abre as 8:00hs mas tbm não temos como ir e esperar um paciente o dia inteiro para poder voltar!
HOJE...como se não bastasse tudo que já escrevi, Fisioterapia as 8:00hs o carro chega 7:30hs..mandaram conosco uma senhora para fazer Hemodiálise, estado super debilitado(DEVERIA IR DE AMBULANCIA). ..a senhora DEFECOU no carro, os vidros não baixavam...quase morri lá dentro com minha filha! 
Paramos no Croata para a mesma poder se limpar...e as 8:40hs da manhã ainda estavamos lá. ..decidi não ir mais, havia perdido o horário e a FISIOTERAPIA que é tão importante para minha filha. 
FICAMOS ABANDONADAS, no posto, esperando a boa vontade de alguém ir nos buscar, enquanto CHORAVA rios, pedindo a DEUS uma solução para tudo isso!!!!
PROVIDÊNCIAS? !
NÃO COBRO PROVIDÊNCIAS! 
COBRO DIREITOS! 
Direitos esses que vou atrás! 
FOI MAIS UM DESABAFO MESMO...
(Quem tem filho me entende perfeitamente. ..fazemos tudo por eles!)
Me senti um LIXO, com minha filha chorando em meus braços sem poder fazer nada, e tendo que depender de uma saúde, município e gestão tão precários!

Tentando amenizar um pouco!

4 comentários:

  1. E triste dimais Essa situação com um ser humano tenho vergonha de ser brazilera!! :(

    ResponderExcluir
  2. Aproveitar-se das infelicidades dos outros para colocar a culpa para tudo que é lado, não vai resolver o problema, em situações como esta, incluindo outra doenças e deficiências, que infelizmente afligem milhões de brasileiros, o melhor é que os familiares, amigos e conterrâneos próximos, confortem e dê todo apoio para que essa mãe tenha forças bastante para enfrentar esse problema, que certamente o poder público não irá resolver.

    ResponderExcluir
  3. Entendo muito o bem o que está mãe sentiu, eu mesma estou enfrentando uma por falta de remedio em apuiares faz 3 meses que procuro um remedios para minha filha qu tem problema de convulsões e não tem tive que compra gastei 7, 98 $(fenobarbital), o problema é que ela precisa de uma vitamina que custa 42, 00 $ e não comprei por falta de dinheiro.
    Fora uma consulta com neuropediatra que até hoje nunca foi marcada .
    Todas as noites choro pedido a Deus que cure minha filha pois se for meio do público, do governo pode piorar o estado dela ou chegar a óbito. Deus livre minha filha.

    ResponderExcluir
  4. #Apuiares se o poder público no pôde resolver quem irá resolver se a obrigação de resolver o a secretaria de saúde junto ao estado? Onde fica a pergunta onde está o secretário de saúde e a gestão Municipal? Onde?

    ResponderExcluir

:: públicidade ::

:: públicidade ::
A MAIOR RECOMPENÇA DO NOSSO TRABALHO NÃO É AQUILO QUE NOS PAGAM POR ELE, E SIM, AQUILO EM QUE ELE NOS TRANSFORMA

ASSINE NOSSO E-MAIL E GRATIS