Após "voto surpresa", eleição na Câmara de Iguatu acaba em confusão « ADRIANO FURTADO

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Após "voto surpresa", eleição na Câmara de Iguatu acaba em confusão

Postado Por: ADRIANO FURTADO  |  Em:



A eleição da nova Mesa Diretora da Câmara Municipal do Iguatu terminou em confusão, pancadaria e quebra-quebra, na manhã desta segunda-feira, 15. Ao serem contados os votos dos 17 vereadores, percebeu-se a existência de um voto a mais com assinatura falsificada do presidente da Casa, vereador Bandeira Júnior. A Polícia Militar precisou intervir.

Duas chapas disputam a Mesa Diretora. Pela situação, o candidato a presidente é o vereador Ronald Bezerra. Pela oposição, o candidato é o vereador Rubenildo Cadeira que era aliado do prefeito Aderilo Filho até o processo eleitoral de 2014.

A eleição começou por volta das 10 horas com o voto do presidente da Casa. Segundo Bandeira Júnior, a organização da Câmara preparou as cabines de votação, verificou as urnas, contou com a presença de representantes das duas chapas, abriu a sessão para que o público pudesse acompanhar e fazer registro fotográfico e verificou as 17 cédulas oficiais na Mesa. “Cada vereador era chamado, verificava a cédula, votava e saía da cabine para depositar o voto na urna", afirma o presidente.
Desentendimento
A confusão aconteceu após a apuração contabilizar um 18° voto, sendo que a Câmara tem apenas 17 parlamentares. O presidente convocou um representante de cada lado para conferir a autenticidade dos votos porque cada cédula tem obrigatoriamente a assinatura de Bandeira.

“Minha assinatura e a do secretário da Câmara foram falsificadas e o próprio cabeçalho da página era diferente do oficial”, disse Bandeira, afirmando que o voto registrado era para a chapa de oposição.

Segundo o presidente, ele seguiria o regimento interno da Casa e anularia o voto, mas a ação gerou protesto. Houve gritaria, arremesso de cadeiras e tentativas de agressão que começou entre os parlamentares e se expandiu para a plenária que estava lotada, segundo o site Iguatu.net. A Polícia Militar precisou intervir e usar spray de pimenta para acalmar os ânimos.

A cédula falsa e outras oficiais chegaram a ser rasgadas na confusão. Bandeira Júnior disse torcer para a cédula falsa ser localizada para que se possa encontrar o autor da fraude. Ainda não há data definida para nova votação.

O POVO Online tentou falar com o vereador Rubenildo Cadeira, mas as ligações para seu celular não foram atendidas.

0 comentários:

:: públicidade ::

:: públicidade ::
A MAIOR RECOMPENÇA DO NOSSO TRABALHO NÃO É AQUILO QUE NOS PAGAM POR ELE, E SIM, AQUILO EM QUE ELE NOS TRANSFORMA

ASSINE NOSSO E-MAIL E GRATIS