DANILO FORTE COBRA OBRAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA « ADRIANO FURTADO

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

DANILO FORTE COBRA OBRAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Postado Por: ADRIANO FURTADO  |  Em:

Em audiência com o Ministro Francisco Teixeira, da Integração Nacional, o deputado Danilo Forte cobrou ontem agilidade nas obras de abastecimento de água para o Ceará. O deputado lembra que o anuncio da Funceme, de que a seca se prolongará na região em 2014, coloca uma necessidade extrema de enfrentamento da burocracia para que as obras avancem e possam atender a população. Segundo o Órgão, as chuvas no Ceará ficarão 40% abaixo da média histórica, o que configura mais um ano sem inverno, prolongando a situação que vem desde 2011.
Na ocasião, o deputado Danilo Forte entregou ao Ministro documento dos pipeiros cearenses, profissionais dos carros pipas que abastecem os sertões, organizados em uma associação. No documento os pipeiros pedem atualização do preço do km rodado, bem como a elevação da quantidade de água fornecida por pessoa, atualmente 20 litros por dia. Os pipeiros reclamam ainda do atraso nos pagamentos e da forma de sorteio que colocou profissionais para outras cidades, agregando custos ao serviço com moradia e alimentação.
O Ministro informou a Danilo Forte a liberação de 17,2 milhões para quitação das dívidas com os profissionais e adiantou que o Ministério está liberando 675,9 milhões do PAC Estiagem no Ceará, dos quais 468,6 serão para a Secretaria de Recursos Hídricos. Francisco Teixeira transmitiu ao deputado Danilo Forte informação do Secretario Nelson Martins, recebido antes pelo Ministro, de que as obras das cisternas no Ceará estão em ritmo avançado. Para o deputado, o grande problema será água para encher as cistenras. Danilo Forte disse que o ministro está ciente da gravidade do problema no Estado, com a capacidade dos açudes esgotada, o que sinaliza o colapso total afetando, inclusive, as sedes dos municípios.
Sem água, até mesmo as adutoras de engate rápido ficarão comprometidas, afirma Danilo citando a situação de Canindé, onde os três açudes estão praticamente secos. O deputado diz que a burocracia dos processos licitatórios atrasou as obras que estão autorizadas desde a gestão do Ministro Fernando Bezerra, entre elas a Adutora do Missi, que atenderá Irauçuba, as barragens de Melancias para atender Croatá, São Luiz do Curu e São Gonçalo do Amarante, Piedade que solucionaria o abastecimento em Canindé, Caridade e Paramoti,o açude Lontras alternativa para a Ibiapaba que só dispõe do açude Jaburu para abastecimento além do Fronteiras que abasteceria Crateus e região
já em situação bem difícil. “Estas são obras para o futuro. Mas precisamos resolver a situação imediata, de falta de água até para os carros pipas que hoje são a única fonte de abastecimento”, disse o deputado.

0 comentários:

:: públicidade ::

:: públicidade ::
A MAIOR RECOMPENÇA DO NOSSO TRABALHO NÃO É AQUILO QUE NOS PAGAM POR ELE, E SIM, AQUILO EM QUE ELE NOS TRANSFORMA

ASSINE NOSSO E-MAIL E GRATIS